Perguntas Frequentes (FAQ)

Perguntas Frequentes (FAQ)

O que é Chazit?

Chazit Hanoar (frente juvenil) é um movimento juvenil, temos como base a educação do jovem para jovem, por meio da educação não-formal (diferentes dinâmicas, brincadeiras, atividades, questionamentos). Através de uma forma descontraída e divertida, buscamos passar os mais diversos conteúdos para os jovens, criando um senso de crítica e análise, liderança, solidariedade, ativismo, por meio de quatro grandes etapas: mundo e juventude (atualidades), sionismo, judaísmo e Chazit. É na Chazit, que procuramos fazer com que os jovens torarem-se agentes de câmbio, ou seja, que aprendam a lutar por um mundo melhor e pelo que acreditam.

 

A Chazit só existe em São Paulo?

A Chazit Hanoar Hadrom Americait é um movimento continental, ou seja, possui outros quarto snifim (unidades ) na América Latina. Sendo eles, no Rio de Janeiro, em Porto Alegre e em Montevidéu (Uruguai).

 

Qual a importância do meu filho vir na Chazit?

Proporcionamos na Chazit, um ambiente juvenil, judaico, através da educação não formal, realizamos as mais diversas peulot (atividades), com conteúdo dos mais variados, dentre eles, Israel, sionismo, mundo e juventude, Chazit. Para que o chanich possa durante o ciclo de vida tnuati (movimento juvenil) desenvolver o seu questionamento, sua crítica e análise, um maior espírito de liderança e responsabilidade, tornando-se um membro ativo e participativo tanto na comunidade quanto fora dela, se integrando com outras pessoas, da mesma ou de idades diferentes, criando novos vínculos de amizade.

 

O que acontece durante os sábados das 14h às 18h?

Os chanichim são separados por série da escola e assim divididos na sua kvutzá (grupo. Cada kvutza tem uma atividade educativa previamente elaborada pelos próprios madrichim da Idade. Essas atividades se chamam peulót. Cada peulá é relacionada com algum conteúdo educativo coerente com a nossa ideologia, e têm diversos objetivos a serem alcançados. Após a peulá é realizado o Mifkad, encontro de todas as Kvutzot (grupos) para realização da Havdalá (reza de encerramento do Shabat).

 

Quem acompanha meus filhos durante o sábado?

Cada kvutzá (grupo) tem em média de 3 a 5 madrichim (monitores), que são os responsáveis pelos chanichim. São eles que preparam as peulót (atividades) que são realizadas ao longo do ano. Dentro de cada chug (grupo de monitores) existe um Merakez (centralizador), que tem como função  representar o Chug no marco Chinuch (encontro de todos os centralizadores). Contamos com a hanagá (liderança da Chazit) está sempre dando um apoio aos madrichim, e com a presença do Pail Mekomi, funcionário da CIP que acompanhas as atividades da Chazit.

 

O que é um madrich? O que ele deve fazer pra se tornar um?

Após completar o ciclo de chanichut, no seu último ano como chanich (kvutzá de Amelim – 16 anos – 2° ano colegial), os chanichim passam por um processo de formação onde trabalham com liderança e aprendem como lidar com os chanichim, como preparar peulot (atividades), entre outros. Após esse processo, ele se torna um madrich (monitor) e pail(ativista) da Chazit. Esse processo começa cedo, desde o ano de Ofakim (1° EM) os chanichim já começam o processo de amadurecimento e educação para a Hadrachá.

 

O que é a hanagá? E quem são?

A Hanagá é um grupo de pessoas responsável por coordenar diferentes áreas da Chazit e orientar todos os peilim (ativistas). Normalmente, são pessoas que já estão a algum tempo dentro da Chazit e já fizeram o programa de capacitação em israel, Shnat Hachshará.  Os tafkidim (trabalhos) são: Mazkir (coordenador geral), Rosh Chinuch (coordenador de educação), Rosh Vaadot (coordenador de comissões) e Guizbar (tesoureiro), no ano de 2016, contamos ainda com um segundo Rosh Chinuch (que diviviu uma segunda frente do marco) e também com o cargo de Rosh Mokdim (explicados abaixo).

 

Quais são as kvutzot? E como os chanichim são divididos nos sábados?

Aos sábados, os chanichim são divididos em kvutzot, grupos, de acordo com a sua série escolar. O chanich pode entrar na Chazit a partir do segundo ano, na kvutzá mais baixa, Shovavim, e ano após ano passará por todas as outras, até tornar-se madrich. Por ordem, as kvutzot são: Shovavim, Solelim, Omanim, Guiborim, Kovshim, Nitzanim, Neurim, Mordim, Ofakim e Amelim. Quando torna-se madrich, o chanich vira da kvutzá de Bonim alef.

Chamamos a união de uma kvutzá com a sua mais próxima de shirvá. A Chazit tem quatro shirchavot, sendo estas Shovalelim (Shovavim + Solelim), Guiboromanim (Omanim + Guiborim), Nikos ( Kovshim + Nitzanim) e Nemos ( Neurim + Mordim).  Ofakim e Amelim não formam uma shirvá por conta do processo que passam para se tornarem madrichim.

 

O que são as vaadot?

Vaadot são comissões dentro da Chazit que trabalham nos bastidores da nossa tnuá, fazendo com que ela seja muito mais do que apenas um lugar para atividades de sábado.  Elas proporcionam um maior contato com nossa kehilá, fazem com que a Chazit cresça e mostram nossos diferentes tipos de ativismo (tanto dentro da chazit, quanto fora). Elas são coordenadas pelo Rosh Vaadot , e cada vaadá tem um Rosh (coordenador específico). Na Chazit São Paulo existem as seguintes vaadot, que são: Chutz (relacionamento externo),Chibur (site e documentos antigos), Reshet (Divulgação), Machol (Dança), Tarbut (Cultura), Tikshoret (Comunicação), Guizbarut (Tesouraria) e Horim (Relacionamento com os Pais).

 

E o que são os mokdim?

O projeto dos mokdim surgiu em 2014 na Chazit São Paulo, e trata da nossa frente ativista. Os mokdim representam as ideias e discussões tratadas na tnua para a comunidade, e para onde acreditamos ser viável e necessário. Um moked, ao pé da letra, significa um “núcleo de ativismo”.

Enquanto a chinuch cuida da parte educativa e a mazkirut se preocupa com o funcionamento interno da tnua, os mokdim têm por objetivo agir externamente. E está é sua importância: acreditarmos fortemente em nossos ideiais a ponto de querermos leva-los para o mundo, não mantendo eles somente para os chaverim da tnua.

Em cada mês, um tema diferente é tratado pelos peilim que se interessam no marco, e depois de um processo de capacitação em relação ao tema escolhido, algum tipo de ativismo é posto em prática.

 

Dúvídas de termos em Hebraico e usados na Chazit? Acesse o MILON

 Confira também  as perguntas frequentes sobre a MACHANÉ ! E esperamos ter respondido às suas perguntas. Caso ainda tenham alguma dúvida, podem entrar em contato com nossa vaadat pelo email horim@chazit.org.br